LECAR – INVESTIDA DE EMPRESA CONCORRENTE DA BYD EM CAMAÇARI – PROPOSTA NA MESA DO GOVERNADOR!

3 Min Read

Nesta sexta-feira (1°), o governador Jerônimo Rodrigues confirmou uma proposta da Lecar, empresa brasileira de carros elétricos que demonstrou interesse no complexo industrial da Ford em Camaçari. De acordo com o chefe do Executivo, o pedido de disputa foi realizado pela Secretaria de Desenvolvimento Econômico (SDE).

Segundo a Folha de São Paulo, a companhia entrou na disputa nos minutos finais do prazo para a manifestação de interessados para a compra da antiga fábrica da Ford. Entretanto, o Governo do Estado, tem negociado desde o ano passado com a chinesa BYD, que já lançou até mesmo uma pedra fundamental.

“Eu sou governador, eu tenho que tratar do que está na minha mesa. Até agora, chegou à mesa da minha Secretaria de Desenvolvimento Econômico (SDE) um pedido. E, naturalmente, temos que analisar. Eu não sofro com isso e não vou sofrer. Se ele está realmente disposto a investir aqui, ele vai ter todo o apoio nosso. Nesse caso aí, nós somos públicos com todos vocês. Desde a minha primeira ida à China, de lá, eu dava entrevista diária a vocês, dizendo passo a passo o que estava acontecendo. A vinda da BYD aqui, da senhora Stella Li, depois do Mr. Yang, todas de forma muito transparente, clara, com a presença do governo federal, e vocês até agora não tinham anunciado nenhuma informação sobre isso. Por que agora? Eu espero que a gente possa sanar, estamos conversando e tranquilizando a BYD. Todo o processo está dentro da legalidade”, disse o governador, durante autorização de início das obras da terceira etapa do Novo Teatro Castro Alves (TCA).

“Assim que eu soube que ele [empresário da Lecar] demandou em um documento essa possibilidade de análise, eu venho conversando tanto com a PGR, a procuradora Bárbara, quanto com o secretário da Fazenda, a Casa Civil, que vem intermediando o diálogo com a BYD. Tentei emitir a mensagem para a BYD que nós estamos dentro de um padrão legal, jurídico, então eu não estou assustado com isso não. Ele vai ter o direito, ele tem o direito de acessar o que for possível, nós já abrimos negociação com a BYD de forma muito transparente, não tem nada escondido, nada. Eu não sou desses que escondem as coisas ou que fazem as coisas pela metade, então até demoramos, por quê? Porque a BYD estava exigente, nós também estamos”, pontuou Jerônimo.

(Portal A Tarde)

fonte: Bahia INVEST

Share This Article

Conteúdo protegido!