Curaçá (BA): Agricultoras familiares lançam queijo de origem holandesa

2 Min Read
agricultoras familiares lancam queijo de origem holandesa

Cablanca é o nome do queijo produzido por agricultoras familiares de Curaçá (BA), no Sertão do São Francisco. A fabricação do laticínio de origem holandesa acontece na Unidade de Beneficiamento de Leite de Cabra da comunidade de Poço de Fora.

A agroindústria local foi recentemente beneficiada com novos equipamentos que somam R$ 360 mil em investimentos, provenientes do Projeto Pró-Semiárido.

De acordo com a Secretaria de desenvolvimento Rural (SDR) da Bahia, o queijo possui maturação de 90 dias.

A cablanca que promete um sabor único e textura cremosa, foi desenvolvido por agricultoras familiares da Cooperativa Capribéee, através de um trabalho conjunto de pesquisa e aprimoramento das técnicas de produção.

“A iniciativa de lançar um novo queijo é uma estratégia dos agricultores familiares para impulsionar a economia local e fortalecer a agricultura familiar na região. A Capribée já soma 17 tipos de queijos e quatro sabores de iogurtes”, conta Eugenia Ribeiro, presidente da cooperativa.

Segundo ela, essa diversificação de produtos é uma forma de agregação de valor e um atrativo para consumidores que buscam produtos artesanais e de qualidade.

De acordo com a SDR, a cooperativa recebeu investimentos do governo do estado e foi beneficiada com carro, energia solar e equipamentos como pasteurizador rápido e envasadora de iogurte, e tem alcançado resultados expressivos, conquistando premiações e aumentando sua produção.

Recentemente foi premiada no VI Concurso Prêmio Queijo Brasil, na cidade de Blumenau – Santa Catarina, e conquistou quatro das 37 medalhas da Bahia no concurso.

“Todos estes equipamentos foram de grande importância, melhorando cada vez mais as produções. Nos ajudam a escoar nossa produção, nas vendas, e a ganhar essa premiação”, explica a presidente.

O Pró-Semiárido é executado pela Companhia de Desenvolvimento e Ação Regional (CAR), empresa vinculada à SDR, com cofinanciamento do Fundo Internacional Agrícola (Fida).

Share This Article

Conteúdo protegido!