Começa sondagem para construção da Ponte Salvador-Itaparica

4 Min Read

fonte: iBahia

Começou nesta quarta-feira (31) o processo de sondagem para a construção da Ponte Salvador-Itaparica. O trabalho, que aconteceu em Vera Cruz, na Ilha de Itaparica, consistiu na perfuração do solo. 

image 6
Começa sondagem para construção da Ponte Salvador-Itaparica. Foto: Divulgação / Concessionária Ponte Salvador-Itaparica

    De acordo com a concessionária responsável pela obra, que tem o mesmo nome da ponte, a fase é fundamental para compreender as características do solo e definir a fundação da estrutura que será construída.

    Durante o processo, uma máquina perfuratriz foi usada para coletar amostras do terreno no local exato onde estarão cada um dos pilares.

    As amostras foram enviadas para laboratório onde são feitas as análises detalhadas do material coletado. A sondagem em terra envolve duas perfurações em Vera Cruz e ainda uma outra em Salvador.

    De acordo com o cronograma de trabalho, após a finalização dessa etapa em terra, começa a sondagem no mar.

    Prevista para iniciar no mês de março, a fase usará plataformas nas áreas da Baía de Todos-os-Santos, consideradas de águas rasas – que tem até 10 metros de profundidade.

    Logo em seguida, começa a sondagem em águas profundas, com mais de 10 metros de lâmina d’água, e uso de navios de grande porte que estarão acoplados com perfuratrizes para fazer a coleta de amostras do solo marinho.

    A finalização de todo o processo de sondagem está prevista para dezembro de 2024. Já os canteiros de obras, começarão a ser mobilizados no início de 2025.

    “Hoje demos um grande e importante passo rumo à concretização dessa nova solução de mobilidade que vai ampliar as perspectivas de futuro da Bahia. Com o apoio e o trabalho fundamental do Governo do Estado, estamos avançando nesse projeto que vai dinamizar a economia e será símbolo do avanço nas relações diplomáticas da Bahia e do Brasil com a China”, comentou o presidente da concessionária, Cláudio Villas Boas.

    Muito mais que uma ponte

    O Sistema Rodoviário Ponte Salvador-Itaparica será um novo vetor de distribuição de renda e deve impulsionar a economia de toda a Bahia, com geração de 7 mil empregos.

    Serão contemplados 10 milhões de baianos em cerca de 250 municípios, conforme pontua a concessionária.

    O investimento vai fomentar o desenvolvimento econômico a partir da atração de novos empreendimentos em áreas como logística, indústria, comércio, serviços e mercado imobiliário.

    O novo sistema deve também impulsionar de maneira sustentável o turismo na Bahia, já que a distância entre Salvador e importantes zonas turísticas do estado, como o sul e baixo sul, será reduzida em mais de 100 km.

    Além da ponte com 12.4 km sobre o mar, a maior da América Latina, serão construídos novos acessos viários em Salvador e Vera Cruz.

    Na capital, estão previstos 4 km de uma nova estrutura entre a região da Calçada e Água de Meninos, composta por um conjunto de viadutos e dois novos túneis que ficarão paralelos aos da Via Expressa.

    Já em Vera Cruz, o fluxo de veículos da ponte será direcionado para uma nova via expressa com 22 km, que será construída na região de Mar Grande e seguirá até as proximidades de Cacha Pregos.

    Por fim, de acordo com a concessionária, será duplicado um trecho de 8 km da BA-001 desde Cacha Pregos até o início da Ponte do Funil, onde acaba a área de atuação da empresa.

    TAGGED:
    Share This Article

    Conteúdo protegido!

     

    Sair da versão mobile