A cerimônia de cremação do corpo do miliciano Adriano Magalhães da Nóbrega, morto em ação conjunta, na cidade de Esplanada (distante 165 km de Salvador), estava prevista para a manhã desta quarta-feira, 12, mas a Justiça do Rio de Janeiro proibiu. O pedido tinha sido feito pela família do ex-policial e a cremação seria no Crematório do Cemitério São Francisco Xavier, no Caju, Zona Portuária do Rio.

De acordo com a juíza do plantão judiciário, Maria Izabel Pena Pieranti, não constam no pedido documentos imprescindíveis para a cremação, como a cópia da Guia de Remoção de Cadáver e o Registro de Ocorrência. Para embasar a decisão, a magistrada disse Adriano não morreu de causas naturais e que, segundo a certidão de óbito, ele sofreu anemia aguda e politraumatismo causados por instrumento perfuro-cortante.

O ex-capitão do Batalhão de Operações Especiais (Bope) da Polícia Militar, Nóbrega era suspeito de comandar um grupo que cometeu dezenas de homicídios: o Escritório do Crime. Expulso da corporação por envolvimento com jogo do bicho, Capitão Adriano, como era conhecido, foi homenageado, mais de uma vez, pelo então deputado estadual Flávio Bolsonaro (sem partido-RJ), hoje senador.

Segundo a Secretaria de Segurança Pública da Bahia (SSP), Adriano foi localizado em um sítio do vereador Gilsinho da Dedé (PSL), na zona rural da cidade baiana. Na segunda-feira, 10, a Corregedoria-Geral da Secretaria de Segurança Pública da Bahia abriu investigação sobre as circunstâncias da morte do miliciano. O advogado de Nóbrega, Paulo Emílio Cata Pretta, acredita que o ex-capitão da PM foi vítima de queima de arquivo.

Fonte: Atarde


Suspeitos de ordenar e executar homicídios são mortos pela polícia

Eunápolis: Dois homens acusados de assassinatos foram mortos em uma troca de tiros com a Polícia Militar, fim da tarde de domingo (16), no bairro

Três pessoas são baleadas durante passagem de blocos em SP

Segundo informações iniciais, um policial civil teria reagido a um assalto e disparou contra um homem. Duas mulheres ficaram feridas. Ao menos

Doméstica é estuprada e morta; neto da patroa confessa o crime

A empregada doméstica Jéssica Santiago dos Santos, de 29 anos, foi morta a facadas na madrugada deste domingo, 16, na casa onde trabalhava no

Mulher morre após ser atropelada por caminhão de coleta de lixo

Uma mulher morreu depois de ser atropelada por um caminhão de coleta do lixo, que estava dando ré, na manhã deste sábado (15), em Itabuna, no

Idoso é resgatado após cair em buraco no fim de ribanceira

Porto Seguro: Um idoso foi resgatado após cair em um buraco no fim de uma ribanceira, na manhã deste sábado (15), em Porto Seguro, cidade do

Operário baleado em obra pode ter sido confundido

    Eunápolis: Um operário da construção civil foi baleado no bairro Stela Reis, na cidade de Eunápolis, no início da tarde de

Entidades pedem esclarecimento de morte de jornalista

Entidades representativas emitiram notas após o assassinato do jornalista Lourenço Veras, conhecido com Léo Veras, na última quarta-feira, 12.

Eleita a lista-tríplice para novo chefe do MP

Foram eleitos ontem os promotores de Justiça Pedro Maia, Alexandre Cruz e Norma Angélica Cavalcanti para a lista tríplice de onde será

Mil comprimidos de ecstasy e 20 kg de maconha são apreendidos

Um jovem de 19 anos foi preso com 1,5 mil comprimidos de ecstasy e cerca de 20kg de maconha na tarde de quarta-feira (12), na BR-116, trecho da

Homem é torturado pelo tribunal do crime; polícia impede execução

    Eunápolis: Um homem de 20 anos foi torturado no bairro Moisés Reis, em Eunápolis, no fim da tarde de quarta-feira (13). Segundo

Nossos Apoiadores: