A jornalista e relações públicas, Marcela Brandão Elias, foi a vítima fatal do acidente aéreo que ocorreu na última quinta-feira, 14, no município de Maraú (distante 270 km de Salvador). Ela ficou presa nas ferragens e morreu carbonizada. Seu corpo está no Departamento de Polícia técnica de Ilhéus e familiares aguardam o documento de sua arcada dentária chegar de São Paulo, onde residia, para que seja identificado oficialmente e liberado.

Os demais sete passageiros e dois tripulantes se feriram e tiveram partes dos corpos queimados. Os nove sobreviventes foram transferidos ainda na quinta-feira para Salvador, mas já tiveram a liberação dos médicos para serem transferidos para São Paulo, onde residem os familiares. Oito deles estão na ala de queimados do Hospital Geral do Estado (HGE) e uma pessoa segue no Hospital do Subúrbio.

Entre os acidentados, o garoto de seis anos, que perdeu a mãe no acidente, e o pai da criança, o empresário Eduardo Trajano Telles Elias, 38 anos. Ambos estão no HGE, assim como o piloto da aeronave, Aires Napoleão, 66, Marrie Cavelan, de 27 anos, Marcelo Constantino, 28 anos, Fernando Oliveira Silva, 26 anos e o piloto de Stock Car, Christiano Chiaradia Alcoba Rocha, mais conhecido como Tuka Rocha, de 36 anos.

Também está internado no HGE, Eduardo Mussi, irmão do deputado licenciado Guilherme Mussi. A mulher de Eduardo, Maysa Marques Mussi, 27 anos, é a única do grupo que até ontem permanecia internada no Hospital do Subúrbio.

O avião, que explodiu ao cair ao lado da pista de pouso, provocando um forte estrondo segundo moradores que presenciaram a cena, tinha decolado do Aeroporto de Jundiaí (SP) e foi alugado para levar os passageiros até o distrito de Barra Grande, onde participariam de uma celebração de casamento.

Investigação 

Sem data prevista para encerrar os trabalhos, uma equipe do Segundo Serviço Regional de Investigação e Prevenção de Acidentes Aeronáuticos (Seripa II), do Ministério da Aeronáutica, iniciou ontem, em Barra Grande, distrito de Maraú, 477 km de Salvador, as investigações para apontar as causas da queda e explosão de um avião bimotor, que ocorreu na tarde de quinta-feira.

A Seripa II faz parte do Centro de Investigação e Prevenção de Acidentes Aeronáuticos (Cenipa), do Ministério da Aeronáutica. Em Barra Grande a equipe de especialistas passou o dia de ontem coletando dados, analisando partes do avião, fotografias e ouvindo testemunhas.

A investigação, conforme nota do Ministério da Aeronáutica, não objetiva apenas identificar causas e responsabilidades sobre este acidente. O trabalho da Cenipa visa também prevenir que outros desastres aconteçam.

Fonte: Atarde


Suspeito é preso por comprar com dinheiro falso no comércio

Belmonte: Um homem de 19 anos foi preso após comprar com dinheiro falso no comércio de Belmonte, no fim da tarde de quinta-feira (05). Após

Pregador de igreja é suspeito de manter mulher em cárcere privado

Eunápolis: Um pregador de igreja evangélica de 34 anos foi preso no fim da manhã de quinta-feira (05), em Eunápolis. Segundo a polícia, ele é

Dupla de motoqueiros mata homem a tiros no bairro Baianão

Porto Seguro: A polícia procura pelos dois homens suspeitos de matar Paulo Rogério Coutinho Vasconcelos, de 39 anos, no bairro Baianão, em

Caminhão derruba poste na Bahia

Os técnicos da Coelba trabalham na manhã desta quarta-feira, 4, para retirar o poste e a fiação que bloqueiam a via marginal da avenida Vasco

PF prende quadrilha de venda de cocaína boliviana

Na operação 15 aeronaves foram apreendidas A Polícia Federal deflagrou na manhã desta quarta-feira (4) a Operação Voo Baixo, para

Quatro pessoas morrem após carro colidir com carreta na BR-116

Quatro pessoas morreram na manhã desta terça-feira, 3, após o veículo Fiat Pálio em que estavam colidir com uma carreta na BR-116, no limite

O que houve no 'Baile da 17' onde 9 jovens morreram pisoteados

Nove jovens morreram durante um baile funk na favela de Paraisópolis, em São Paulo Nove jovens morreram pisoteados durante uma ação da

Turistas são detidos com R$ 9 mil em notas falsas em bar

Os três, que não tiveram os nomes divulgados, foram presos em flagrante Três homens naturais de Minas Gerais foram flagrados, no final da noite

Criança de 5 anos morre ao cortar fio de ventilador com tesoura

Família tentou socorrer o menino, mas ele não resistiu ao choque elétrico; caso foi no Ceará Uma criança de 5 anos identificada como Pedro

Turista paulista morre afogado em Praia de Trancoso

Porto Seguro: Um turista paulista morreu afogada na Praia dos Nativos, em Trancoso, litoral sul de Porto Seguro, por volta das 13h deste domingo

Nossos Apoiadores: