Teixeira de Freitas: O ex-prefeito João Bosco Bittencourt, atual candidato a prefeito nas eleições municipais 2020, venceu mais uma batalha judicial e garantiu assim, seu direito de disputar as eleições. A defesa do candidato João Bosco enfrentou dois pedidos de impugnação de sua candidatura, sendo um apresentado pelo Ministério Público Eleitoral e outro pela Comissão Provisória do Partido Trabalhista Brasileiro (PTB).

O Ministério Público apresentou a ação de impugnação à candidatura de João Bosco Bittencourt (Coligação Teixeira Vai Voltar a Sorrir), aduzindo que aduzindo que João Bosco exerceu o cargo de Prefeito do Município de Teixeira de Freitas/BA, no período de 2013 a 2016 e teve contas da Prefeitura Municipal de Teixeira de Freitas/Ba rejeitadas, conforme Decretos Legislativos 43/2018,49/219 e 50/2019, fato que o torna inelegível na forma do Art. 1º, inciso I, alínea “g” da Lei Complementar 64/90.

Já o PTB – PARTIDO TRABALHISTA BRASILEIRO, também entrou com ação de impugnação contra a candidatura de João Bosco, aduzindo que o impugnado teve suas contas de gestão, referentes aos anos de 2014, 2015 e 2016 rejeitadas pelo Tribunal de Contas Municipal e referendada pela Câmara Municipal de Vereadores de Teixeira de Freitas/Ba, além de possuir várias ações de improbidade administrativa, o que torna inelegível na forma do art. 1º, inciso I, alínea “g” E "l" da Lei Complementar 64/90. 

A defesa de João Bosco Bittencourt e a COLIGAÇÃO TEIXEIRA VAI VOLTAR A SORRIR apresentaram contestações às Impugnações narrando que possui decisões judiciais que suspendem os efeitos dos referidos decretos legislativos, que tratam da rejeição de suas contas no âmbito da Câmara Municipal.

Segundo decisão do Juiz da 183ª Zona Eleitoral de Teixeira de Freitas, Dr. Marcus Aurelius Sampaio, a Lei Complementar 64/90 em seu “Art. 1º, diz que são inelegíveis: [...] g) os que tiverem suas contas relativas ao exercício de cargos ou funções públicas rejeitadas por irregularidade insanável que configure ato doloso de improbidade administrativa, e por decisão irrecorrível do órgão competente, salvo se esta houver sido suspensa ou anulada pelo Poder Judiciário [...].

“Assim fica inelegível os que tiveram suas contas relativas ao exercício de cargo ou função pública rejeitas por irregularidade insanável que configure ato doloso de improbidade administrativa, e por decisão irrecorrível do órgão competente, salvo se esta houver sido suspense ou anulada pelo Poder Judiciário. Bem como, por condenação em decisão transitada em julgado ou proferida por órgão colegiado por ato doloso de improbidade administrativa”.

“Assim, no momento, inexistem causas de inelegibilidades quanto a tais aspectos... Portanto, preenchidos os requisitos legais necessários para o registro da candidatura do Impugnado/Candidato, uma vez que presentes as condições de elegibilidade e ausentes as causas de inelegibilidade. Ante o exposto, julgo IMPROCEDENTES os pedidos de Impugnações ao Registro de Candidatura e DEFIRO O PEDIDO DE REGISTRO DE CANDIDATURA de João Bosco Félix Bittencourt para concorrer neste pleito eleitoral com o Nome para Urna JOÃO BOSCO”.

Por: Edvaldo Alves/Liberdadenews

Governo fará nova redução em imposto sobre videogames

Decisão será publicada no Diário Oficial desta terça-feira O presidente Jair Bolsonaro afirmou nesta segunda-feira (26) que o governo

Justiça proíbe caminhadas e comícios com mais de 200 pessoas em

A Justiça Eleitoral proibiu a realização de caminhadas, passeatas e comícios que concentrem mais de 200 pessoas no município de Eunápolis. A

Desemprego na Bahia fica em 19,6% em setembro e é a maior taxa do

A Bahia registrou no mês de setembro uma taxa de desocupação de 19,6%, sendo a maior do país. Os dados são da Pesquisa Nacional por Amostra de

IBGE: número de desempregados chega a 13,5 milhões em setembro

Aumento foi de 4,3% no mês e de 33,1% desde maio, mostra pesquisa A edição mensal da Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios (Pnad)

Candidaturas são negadas para Fernando Gomes e Geraldo Simões

Nesta quinta-feira, 22, o Juiz da 28ª Zona Eleitoral de Itabuna julgou procedentes as impugnações e indeferiu o pedido de registro de

Recadastramento de aposentados está suspenso até 30 de novembro

Objetivo é reduzir possibilidade de contágio dos beneficiários A exigência da prova de vida anual de servidores aposentados, pensionistas

Senado aprova indicação de Kassio Nunes Marques para o STF

Desembargador ocupará vaga aberta com aposentadoria de Celso de Mello O plenário do Senado aprovou nesta quarta-feira (21) por 57 votos a 10 e

Linha de luz do acelerador de partículas Sirius é inaugurada

Equipamento permite analisar estruturas de pequenas partículas O presidente Jair Bolsonaro participou, nesta quarta-feira (21), da solenidade de

STF nega semiaberto a Geddel no caso do bunker de 51 milhões

O Supremo Tribunal Federal (STF) negou ao ex-ministro e ex-deputado federal Geddel Vieira Lima (MDB) progressão que lhe permitiria passar ao regime

Moraes será o relator de inquérito sobre Bolsonaro e a PF

O ministro Alexandre de Moraes foi sorteado como novo relator do inquérito que tem como alvo o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) por

Nossos Apoiadores: