O Ministério Público Federal (MPF) pediu, na tarde desta segunda-feira, 6, o afastamento, em caráter de urgência, do ministro do Meio Ambiente, Ricardo Salles. De acordo com informações do Portal UOL, 12 procuradores da República acusam o ministro de “desestruturação dolosa das estruturas de proteção ao meio ambiente”.

Segundo o site, os procuradores afirmam que Salles vem praticando, de maneira dolosa, a desestruturação de políticas públicas de diversas áreas do Meio Ambiente, como ações normativas, orçamentárias, fiscalização e transparência.

Além do afastamento, os procuradores pedem que o ministro seja condenado por improbidade administrativa, com punições como perda de função pública, suspensão de direitos políticos, pagamento de multa e proibição de contratação com o poder público e recebimento de benefícios e incentivos fiscais.

Os atos praticados por Ricardo Salles, conforme afirmam os procuradores, “apontam para uma direção contrária à efetivação do projeto constitucional para o meio ambiente”. O ministro estaria atuando para a "desestruturação de políticas ambientais e o esvaziamento de preceitos legais, mediante o favorecimento de interesses que não possuem qualquer relação com a finalidade da pasta que ocupa”.

Para pedir o afastamento do ministro, o MPF apresentou provas como a transcrição da reunião ministerial de 22 de abril deste ano. Segundo os procuradores, "a manifestação do requerido na reunião ministerial de 22 de abril de 2020 escancarou os propósitos de sua gestão e o desvio de finalidade nos atos praticados”.

Na reunião, Ricardo Salles afirmou que o governo deveria se aproveitar das atenções da imprensa voltadas à pandemia do novo coronavírus para “passar a boiada” nas normas ambientais sem a necessidade de aprovação do congresso.

“As declarações apenas expõem, de forma clara, o que diversos atos já confirmavam: existe um verdadeiro encadeamento premeditado de atuar contrário à proteção ambiental, caracterizando o dolo, elemento subjetivo dos atos de improbidade", completou o MPF.

Fonte: Atarde

Defesa do prefeito Fernando Gomes acusa juiz de perseguição

O juiz Ulisses Maynard, da 1ª Vara da Fazenda Pública, emitiu mais uma decisão  contra o prefeito de Itabuna, Fernando Gomes, em que o acusa de

"Traidor do Povo": Uldurico Júnior e David da Caixa são xingados e

Caravelas: Cada vez mais o povo vem se manifestando contra os políticos de nosso país. Nunca na história desse país, o povo teve tanto acesso a

Lixão a céu aberto: Populares insistem em jogar lixo nas ruas de

Teixeira de Freitas: Cerca de 180 toneladas de lixo são recolhidos diariamente em nossa cidade, segundo o site da Prefeitura Municipal. A equipe

IBGE: População desocupada sobe para 12,4 milhões em julho

Dados fazem parte da Pnad covid-19 divulgada hoje pelo instituto A população desocupada do país, entre 12 e 18 de julho, chegou a 12,4 milhões

Justiça determina extinção de mandato do prefeito de Itabuna

A Câmara Municipal de Itabuna deverá, em um prazo de 15 dias, declarar extinto o mandato do prefeito Fernando Gomes (PTC) e, consequentemente,

Preso pela PF, Baldy sai de cargo de secretário de Transporte

Ele ficará afastado 30 dias para cuidar exclusivamente da defesa O secretário de Transportes do Estado de São Paulo, Alexandre Baldy, preso

Pedidos de seguro-desemprego caem para 570,54 mil em julho

Do total de pedidos, 66,2% foram feitos pela internet As solicitações de seguro-desemprego chegaram a 570.543 em julho. O número representa uma

Moradores reclamam de péssimos serviços de manutenção prestados

Teixeira de Freitas: Na tarde desta quinta-feira, 06 de agosto, a equipe do Liberdade News esteve no Bairro Santa Rita, na Rua Senador Queiroz, e

Auxílio: Guedes avisa que "não tem dinheiro para ficar em R$ 600"

Por outro lado, ministro indicou que uma nova prorrogação do auxílio, com um valor menor e até o fim do ano, não está descartada O ministro

Geladeira e fogão podem ficar mais baratos com IPI menor, diz Guedes

Ministro afirma que medida ajudará população de renda mais baixa A proposta de reduzir a cobrança de Imposto sobre Produtos Industrializados

Nossos Apoiadores: