Calendário da terceira parcela ainda não foi divulgado

Em balanço, o Ministério da Cidadania informou que o governo federal já creditou R$ 87,8 bilhões para os beneficiários do auxílio emergencial, que somam 64,1 milhões de pessoas. A terceira parcela do benefício só começou a ser paga aos integrantes do Bolsa Família que se inscreveram para receber o auxílio – cerca de 19 milhões de pessoas. Esse grupo continua recebendo em um calendário de pagamentos que termina no próximo dia 30.

Já o calendário de pagamento para os demais grupos ainda não foi informado pela Caixa Econômica Federal, responsável pela operacionalização do programa.

Aprovado em abril, o auxílio é um benefício no valor de R$ 600 (que pode chegar a R$ 1.200 para mulheres chefes de família) destinado aos trabalhadores informais, microempreendedores individuais, autônomos e desempregados, e tem por objetivo fornecer proteção emergencial no enfrentamento à crise causada pela pandemia do novo coronavírus (covid-19).   

Até agora, cerca de R$ 40 milhões foram devolvidos aos cofres púbicos por pessoas que receberam o benefício, mas que não preenchiam os requisitos exigidos pela legislação. O Ministério da Cidadania disponibilizou uma página na internet com o passo a passo para a devolução.

Em outra ação, o Ministério da Cidadania e a Defensoria Pública da União fizeram parceria para ajudar a quem precisa contestar o resultado do pedido do auxílio emergencial sem necessidade de abrir um processo judicial. Do total de 124,18 milhões de solicitações do auxílio emergencial, 64,14 milhões foram considerados elegíveis e 41,59 milhões foram apontados como inelegíveis, por não atenderem aos critérios do programa.

Saiba o que fazer quando tiver o pedido negado. Existem ainda 16,69 milhões de inscrições classificadas de inconclusivas, que é quando faltam informações para o processamento integral do pedido. Quem estiver nessa situação deve refazer o cadastro por meio do site ou aplicativo do programa.

Fonte: Agência Brasil

Câmara aprova medidas para vítimas de violência doméstica

A Câmara dos Deputados aprovou nesta quinta-feira, 9, o projeto de lei que estabelece medidas excepcionais para garantir às mulheres vítimas de

Bolsonaro promete anúncio de ministro da Educação nesta sexta

Presidente falou em uma pessoa "conciliadora" para o cargo O presidente Jair Bolsonaro deve anunciar o novo ministro da Educação nesta

Doria prevê vacina contra Covid-19 aprovada até dezembro

O governador de São Paulo, João Doria (PSDB), previu que, "se tudo correr bem", até dezembro a Agência Nacional de Vigilância Sanitária

Programa Teixeira Asfaltada é ampliado como mais 93 ruas

Teixeira de Freitas: Em funcionamento desde 2017, o Programa Teixeira Asfaltada avança, alcançado mais ruas e atendendo ainda mais famílias. O

Petrobras anuncia reajuste de 5% para a gasolina nas refinarias

Novo valor entra em vigor nesta quarta-feira A Petrobras anunciou, nesta terça-feira (7), reajuste médio de 5% no preço do litro da gasolina

Cinco funcionários da Câmara de Itamaraju testam positivo para

Itamaraju: O presidente da Câmara Municipal de Itamaraju, vereador Adriano Pinaffo (PSD) resolveu nesta terça-feira, dia 7 de julho, interditar

Venda de refinarias: Ministérios defendem, após Congresso pedir

Pastas da Economia e de Minas e Energia emitiram nota A privatização de refinarias da Petrobras encontra aval em decisões recentes do Supremo

Afastamento de Ricardo Salles do Ministério do Meio Ambiente é

O Ministério Público Federal (MPF) pediu, na tarde desta segunda-feira, 6, o afastamento, em caráter de urgência, do ministro do Meio Ambiente,

Governo destinará R$ 500 milhões para proteger a Amazônia

O Ministério do Meio Ambiente criou nesta sexta-feira (3) o Programa Floresta+ para valorizar quem preserva e cuida da floresta nativa do país. O

INSS prorroga antecipação do BPC e auxílio-doença até outubro

Medida visa evitar aglomerações nas agências durante a pandemia O governo federal publicou um decreto autorizando o Instituto Nacional do

Nossos Apoiadores: