Lajedão: Nossa equipe de reportagem recebeu mais uma denúncia acerca do caso de redação e autenticação de documentos legitimando a agiotagem, bem como reconhecimento de firma (assinatura), sem nem mesmo a assinatura e a presença do titular. As denúncias foram feitas contra o Cartório de Lajedão, e o Liberdade News, e a Rádio Lajedão FM, por meio do jornalista Edvaldo Alves, publicaram as referidas denúncias. Após a publicação, uma das vítimas e o jornalista Edvaldo Alves vêm sendo vítima de pressão, ameaça e intimidação, por parte dos envolvidos no empréstimo, ou seja um grupo de três ou quatro ciganos.

O Sistema Liberdade de Comunicação ressalta, que em momento algum, citou nomes, nem das vítimas, nem dos credores do empréstimos, quais sejam, determinados ciganos residentes no município de Lajedão. É de conhecimento de todos, que a agiotagem é crime de usura, com penas previstas no Código Penal Brasileiro. Embora a denúncia era grave sobre este tipo de crime, inclusive com a penhora da casa da vítima (bem maior de uma família) – o alvo da denúncia era o Cartório que redigiu e autenticou as assinaturas, em um ato considerado ilegal perante as Normas dos Cartórios Extrajudiciais do Tribunal de Justiça do Estado da Bahia.

Porém, o jornalista Edvaldo Alves vem sendo ameaçado pelos ciganos. Estes ciganos (três ou quatro pessoas) foram na casa da vítima que denunciou, juntamente com a funcionária do cartório e tentaram pressionar a senhora para que ela dissesse que o documento não foi redigido dentro do cartório. A mulher disse que não iria mentir, que vai falar a verdade até o fim. Os ciganos pressionaram, e a mulher ouviu uma ameaça por parte deles, dizendo que o jornalista seria eliminado antes das eleições por causa disso. A vítima gravou toda a conversa dos envolvidos, quando estes estiveram na casa dela.

Em parte da conversa, é possível até ouvir que os ciganos falaram que são contra o governo municipal atual, e que isso é politicagem. O Sistema Liberdade de Comunicação informa que em momento algum a denúncia tem cunho político, e que não cita em momento algum, esse ou outro grupo político. A única citação de um político, é sobre a venda de um terreno por parte da filha de um vereador de Lajedão, e que o documento foi reconhecido a assinatura sem a presença do comprador, e sem nem mesmo a assinatura. Não tem cunho político essa denúncia, e o site e a Rádio confirmam que a denúncia foi contra o Cartório, apenas.

“A única coisa que eu queria que vocês fizessem por mim, é que foram os ciganos que levaram as folhas (o documento) para autenticar. Que o cigano levou o documento pronto. Só queria que falasse isso”, disse a Naiane, funcionária do cartório. “Eu vou falar a verdade. A menina veio aqui para eu falar que não foi ela quem redigiu o documento. Na mesma hora chegou a ciganada aqui. Eu disse que iria na Rádio, mas, para falar a verdade, que eu não sou de mentira”, disse a vítima. Nos áudios gravados, a Naiane afirma que qualquer tipo de documento pode ser reconhecido, mas, que este foi ela quem digitou.

O caso está repercutindo na cidade. O jornalista está tomando as devidas providências contra possíveis ameaças. O jornalista Edvaldo Alves lamenta que uma denúncia contra atividades ilegais de um cartório, chegue ao ponto de pessoas se sentirem no direito de calar a imprensa, com ameaças e intimidações. “A Liberdade de Expressão e de Imprensa estão garantidas na Constituição. Não vão calar minha voz. Se eu estiver errado, que busque reparação na Justiça. Mas, não venha me ameaçar, nem me intimidar, que eu não calarei. Não vou ver injustiça, coisas erradas e ficar calado”, disse Edvaldo.

Por: Edvaldo Alves/Liberdadenews

Matéria relacionada

Cartório de Lajedão é denunciado por práticas irregulares na redação e autenticação de documentos 

Tiros: Um morto e outro ferido em ação criminosa no Bairro Vila

Teixeira de Freitas: Um homem foi morto a tiros e outro baleado, sendo socorrido em estava grave pelo SAMU para o Hospital Municipal de Teixeira de

Duas vítimas de facadas em Itabatã: Adolescente morre e criança de

Mucuri: Por volta das 21h00, desta segunda-feira, 26 de outubro, a Polícia Militar de Itabatã foi acionada para atender a uma ocorrência de

Radar volta a funcionar na BA 290: Buraco provoca capotamento de

Teixeira de Freitas: Na tarde desta segunda-feira, 26 de outubro, um motorista perdeu o controle, ao cair em um buraco na BA-290, no trecho entre

Dois criminosos morrem em confronto com a polícia em Eunápolis

Eunápolis: Na tarde desta segunda feira, 26 de outubro, a RONDESP Sul em operação conjunta com a 7° CIPM e CAEMA realizaram uma busca na mata

Seis policiais são presos acusados de extorsão em Salvador

Salvador: Seis policiais militares e um outro homem foram presos na manhã desta segunda-feira, 26, durante a "Operação Batedor" liderada pela

Homem é executado a tiros no Bairro Liberdade II em Teixeira de

Teixeira de Freitas: O homicídio aconteceu no fim da tarde deste domingo, 25 de outubro, por volta das 17h50, na Rua Cruz das Almas, no Bairro

Fazendeiro é executado a tiros dentro de sua fazenda em Itanhém

Itanhém: Na manhã deste domingo, 25 de outubro, por volta das 10h30 da manhã, uma guarnição da Polícia Militar de Itanhém foi acionada para

Colisão na BR-101 deixa uma vítima fatal e outra ferida:

Itamaraju: O acidente aconteceu na manhã deste domingo 25 de outubro, no KM 795 da BR-101, por volta das 07h00, nas proximidades do Parque

Acusados de chacina são condenados a penas que somam 1.237 anos

Porto Seguro: Os seis acusados de participar de uma chacina em Porto Seguro foram condenados a penas que, juntas, somam 1.237 anos de prisão. Um

Jovem é baleado em ação criminosa no Bairro Padre José I: Vítima

Teixeira de Freitas: Na noite deste sábado, 24 de outubro, policiais militares da 87ª Companhia Independente da Polícia Militar (CIPM) foram

Nossos Apoiadores: