No Brasil, se tem um assunto polêmico que está sempre em pauta, durante muitos anos, este com certeza diz respeito aos cassinos e aos chamados jogos de azar. Por aqui, ambos são proibidos por lei. No entanto, não falta quem defenda a ideia de que, com essa proibição, o país estaria deixando de aproveitar uma oportunidade enorme de arrecadar impostos sobre uma atividade que tende a ser muito lucrativa.

Vários argumentos a favor da legalização dos jogos utilizam como exemplo casos de vários outros países onde este tipo de entretenimento existe, mesmo debaixo de regras rigorosas impostas pelos governos. Recentemente, por exemplo, Portugal legalizou os jogos de azar, tendo aumentado consideravelmente seu arrecadamento. Entre alguns outros países em que os jogos de azar são proibidos, além do Brasil, estão por exemplo a Indonésia e a Arábia Saudita.

Com a eleição do presidente Jair Bolsonaro, que defende uma agenda mais liberal na economia, ao contrário de seus antecessores, a expetativa de muitos era que a legislação sobre jogos de azar fosse revisitada. No entanto, por questões religiosas, o presidente já se declarou contrário à legalização dos jogos de azar no Brasil, o que joga um balde de água fria na expetativa dos que esperavam uma tomada de posição diferente.

O impacto econômico dos jogos

Os principais argumentos dos que defendem a legalização dos jogos de casino no Brasil, dizem respeito a uma maior arrecadação de impostos, a maiores investimentos estrangeiros no país e até mesmo a criação de milhares de postos de trabalho. No entanto, os mais conservadores acreditam que os cassinos poderiam se tornar um enorme esquema de lavagem de dinheiro para o crime organizado.

Caso a legalização dos jogos de azar avançasse, seria necessário dispor de uma legislação bastante rígida, À semelhança do que já acontece há décadas nos Estados Unidos. Em solo americano, é estimado que existam cerca de 1000 cassinos, distribuídos por 40 estados. Além disso, seriam cerca de 1,7 milhões de pessoas empregadas nessa indústria, o que acabaria diminuindo consideravelmente o desemprego.

O exemplo de outros países

Os Estados Unidos são apenas um exemplo quando o assunto é legalização dos jogos de azar e cassinos. Vários outros têm seguido seu exemplo, e alcançado êxito com a regularização dessa atividade e, ao mesmo tempo, melhorado consideravelmente a questão dos impostos e a geração de empregos. Em Macau por exemplo, região autônoma na costa da China, a indústria de jogos produz mais da metade de seu PIB.

Outro país em que os jogos de azar foram legalizados faz pouco tempo, como já mencionamos, foi Portugal. Com um mercado bastante promissor, e leis consideradas mais brandas se comparadas com outros países europeus, o país lusitano ainda está começando a explorar as possibilidades que essa indústria oferece. Em 2017, por exemplo o PIB português cresceu 4% graças ao setor do turismo, o qual também foi impactado pela atratividade dos cassinos.

Ainda é muito cedo para saber qual será o futuro dos jogos de azar e dos cassinos no Brasil. Não há dúvida que existe uma grande oportunidade econômica esperando por nós nesta indústria. No entanto, ao que tudo indica, ainda temos um longo caminho a trilhar até que essa forma de entretenimento seja bem vista entre nós.

Por: Liberdadenews/Ascom

Madonna cria mistério em torno de projeto com Diablo Cody

Em vídeo publicado no Instagram, a cantora pop aparece conversando com a roteirista de 'Juno' Após encerrar um contrato com a Universal Music,

Morre cantor de 'La bamba' Trini Lopez, aos 83 anos

Trini é do Texas e deixava isso bem claro em seu visual. Era filho de pais mexicanos e recebeu o nome de Trinidad Lopez III Cantor e guitarrista

Filhote de baleia jubarte é encontrado morto em praia

Um filhote de baleia foi encontrado morto na manhã deste domingo (9), na praia de Ponta Grande, que fica na orla norte de Porto Seguro, cidade

Andréa Beltrão diz que não recebeu joias de Hebe: 'era

Em uma coletiva de imprensa, a atriz relatou que havia ganhado as joias de presente da família de Hebe Andréa Beltrão usou o Instagram nesta

'A barraca do beijo 2': protagonista afirma não ter visto o filme

O ator Jacob Elordi não informou o motivo de não ter assistido a produção original da Netflix A sequência do filme foi confirmada pela

Alceu Valença, Chico César e outros artistas se unem em live

O objetivo do projeto #RecuperaCarranca é arrecadar doações para o tratamento de Hugo Carranca, músico da banda Otto e ex-membro Sheik

Netflix disponibiliza terceira e última temporada de 'The Rain'

Série da Netflix estreou em 2018 e encerra com seis novos episódios Uma mistura de emoções invade os fãs da série dinamarquesa da Netflix.

Padre Fábio de Melo fez tatuagem de abelha: "Será meu sinal"

O padre revelou o desenho ao seus seguidores nesta terça-feira (4/8). Fábio de Melo deu o nome de "Ana" à tatuagem, o mesmo de sua mãe O padre

Covid: Morre ator Gésio Amadeu, de Chiquititas e Sítio do Pica-Pau

Artista tinha 73 anos e estava internado; família confirmou o falecimento O ator Gésio Amadeu, 73 anos, morreu nesta quarta-feira (5), aos 73

Simone, da dupla com Simaria, publica foto após anunciar gravidez

A cantora é casada com Kaká Diniz e espera o segundo filho da relação com o piloto Nesta segunda-feira (3/8), a cantora Simone Mendes, da

Nossos Apoiadores: