Arthur Caíke está perto de deixar o clube; Ramires, Matheus Silva e Everson podem voltar

Os próximos dias vão ser de definições no Bahia. Apesar da pandemia do novo coronavírus ter mudado completamente o que o tricolor havia planejado para a temporada, o mercado de transferências do clube será movimentado.

Com a chegada do fim do mês de junho, pelo menos quatro jogadores vão precisar ter as suas situações resolvidas. São atletas que estão emprestados para outros clubes ou que o vínculo com o Bahia se encerra na próxima terça.

A primeira situação é a do atacante Arthur Caíke. Emprestado ao Bahia pelo Al-Shabab, da Arábia Saudita, ele tem contrato chegando ao fim no dia 30. Antes da pandemia, o Bahia iniciou conversas para a renovação do vínculo, mas as negociações foram paralisadas após a interrupção dos jogos de futebol no Brasil.

Com o prejuízo financeiro calculado pelo tricolor, e a promoção de atacantes do extinto sub-23 para o profissional, a tendência é a de que a passagem de Arthur seja mesmo encerrada e ele volte para a Arábia Saudita.

No Bahia desde a temporada passada, Arthur Caíke sempre foi uma espécie de 12º jogador. Até a pausa no calendário, ele disputou 54 partidas e marcou nove gols com a camisa azul, vermelha e branca.

As outras situações são todas de possíveis retornos. E a principal delas atende pelo nome de Eric Ramires. Emprestado ao Basel, da Suíça, o garoto é considerado uma joia e de grande potencial financeiro para o Bahia, mas o início na Europa não foi bem como o Esquadrão esperava.

Atrapalhado por lesões e pela pandemia, Ramires fez apenas três jogos pelo Basel, quantidade bem distante da meta de 23 partidas que obrigaria o time suíço a efetuar a compra de 95% dos direitos econômicos do atleta por cerca de R$ 30 milhões. 

Como a meta não foi batida e Ramires quase não foi utilizado, a tendência é a de que ele volte para Salvador. Mas, nos bastidores, dirigentes do tricolor e o staff do meia não descartam um novo empréstimo para o próprio Basel ou outra equipe do Velho Continente.

Na última terça-feira (23), por exemplo, Ramires entrou no segundo tempo da partida entre o Basel e o Neuchâtel Xamax, vencida pelo seu time por 2x1. A utilização do jogador mostra que o Basel ainda tem interesse no talento do baiano. Recentemente, o time europeu exerceu o direito de compra de outro brasileiro. O atacante Arthur Cabral, que estava emprestado pelo Palmeiras.

Possível venda

Se não conseguir lucrar alguma coisa com Ramires, outra opção para o Bahia pode ser a venda do lateral-direito Matheus Silva. Praticamente desconhecido da torcida tricolor, o jogador de 22 anos fez apenas cinco jogos pelo Esquadrão antes de ser emprestado ao Farense, equipe da segunda divisão de Portugal, em julho do ano passado.

No Farense, Matheus se deu bem. Ele foi um dos destaques do time que conseguiu o acesso à primeira divisão do país. Foram 19 jogos e três gols marcados na temporada. Por conta da pandemia, a segunda divisão portuguesa foi encerrada antes do fim e o Farense declarado um dos promovidos para a elite.

No acordo de empréstimo de Matheus, a equipe portuguesa tem a opção de compra de 50% dos direitos econômicos do jogador por cerca de R$ 1 milhão. O atleta, entretanto, tem vínculo com o Bahia até o fim de 2020 e vai ficar disponível para assinar um pré-contrato com qualquer equipe sem custo.

Outro que precisar ter o futuro definido é o zagueiro Everson. Assim como Matheus, ele foi para o futebol português em julho do ano passado, emprestado à Portimonense. Com poucas chances em Portugal, voltou ao Brasil no início da temporada para defender o Paraná.

Mas a sorte também não brilhou para Everson na equipe paranaense. O zagueiro fez apenas três jogos no time de Curitiba e não vai ter o vínculo prorrogado para a sequência da temporada. Com isso, Everson volta ao Bahia. Caso seja utilizado por Roger, o defensor vai ter que disputar posição com Lucas Fonseca, Juninho, Ernando, Wanderson e Ignácio, este último recém-promovido do extinto time de aspirantes.

Além dos jogadores que estão com contrato no fim, o Bahia conta com um grupo de atletas que está sem futuro definido no clube. São jogadores que estavam no grupo sub-23, não foram incorporados ao elenco principal e ainda têm contrato.

A ideia da diretoria é repassar os atletas para outros clubes para que eles ganhem experiência e mais minutos em campo. Atualmente, dez atleta da antiga equipe de aspirantes estão treinando sob o comando de Roger Machado. Outros 12 já deixaram o clube.

Fonte: Correio24h

Adolescentes brasileiras vão brigar por vaga na Ferrari

Júlia Ayoub e Antonella Bassani estão entre as 20 finalistas A paulistana Júlia Ayoub, de 15 anos, e a catarinense Antonella Bassani, de 14,

Grande Prêmio do Brasil de Fórmula1 pode ser cancelado

Chefe da Mercedes diz que GP dos EUA também pode não acontecer O chefe da Mercedes, o austríaco Toto Wolff, afirmou ser improvável a

Flamengo enfrenta Boavista e anuncia transmissão do jogo

Recurso jurídico, no entanto, pode ser aceito e impedir a veiculação Já classificado para as semifinais da Taça Rio - segundo turno do

Atletas de seleção buscam parcerias para se manterem em forma

Três mulheres criaram meios próprios para treinar durante a pandemia Com duas Paralimpíadas no currículo - Londres 2012 e Rio 2016 - e mais de

Jogador do Cruzeiro passa bem após acidente de carro

Volante Henrique foi anunciado nesta semana como reforço O volante Henrique, do Cruzeiro, passa bem após acidente automobilístico sofrido na

Futebol: Brasileirão 2020 pode começar em 9 de agosto

Data saiu após reunião com dirigentes de clubes das séries A e B A Confederação Brasileira de Futebol (CBF), após reunião virtual com

Basquete: Nova temporada é prevista para 14 de novembro

Lista só sai em setembro, mas times já movimentam mercado A temporada 2020/2021 do Novo Basquete Brasil (NBB), campeonato nacional masculino

Liverpool goleia e fica perto de ser campeão inglês

Reds poderão festejar título caso o Manchester City não vença amanhã O Liverpool venceu hoje (24) com goleada  e somou mais três pontos na

Criatividade marca os treinos de esgrimista durante a pandemia

Na briga pela vaga em Tóquio, Bia Bulcão monta um boneco em casa A esgrimista brasileira Ana Beatriz Bulcão, de 26 anos, também conhecida como

Barcelona retoma liderança no Campeonato Espanhol

Messi não faz o gol 700 da carreira, e croata Rakitic garante vitória A vitória do Barcelona sobre o Atlético de Bilbao foi magra  – 1 a

Nossos Apoiadores: