Aprovada em 2017, a nova proposta para o ensino médio começará a ser implementada em pelo menos 16 estados a partir de 2021. No primeiro semestre do ano, as primeiras escolas-piloto adaptadas de acordo com a reforma devem começar a funcionar.

 

12 opções de cursos, o estado de São Paulo saiu na frente. Já nos outros estados, a implementação depende de consultas públicas, avaliação e homologação dos Conselhos Estaduais de Educação, que devem ser realizadas ainda em 2020.

Esse processo deverá ser concluído nos estados do Acre, Alagoas, Amapá, Ceará, Espírito Santo, Goiás, Mato Grosso do Sul, Mato Grosso, Paraíba, Minas Gerais, Pernambuco, Roraima, Sergipe, Paraná, Santa Catarina até o final do ano. Porém, todos os estados e o Distrito Federal deverão cumprir os prazos previstos na legislação.

A comunidade escolar, estudantes e especialistas em educação devem contribuir na elaboração do currículo. Os estudantes poderão optar por disciplinas com as quais mais se identifiquem.

O novo currículo será implementado de forma progressiva aos alunos do primeiro ano do ensino médio em 2021. Na sequência, em 2022, para os estudantes do segundo ano e, em seguida, para os estudantes do terceiro ano, em 2023.

Em nota, o Conselho Nacional de Secretários de Educação (Consed), órgão que coordena a Frente Nacional do Novo Ensino Médio, afirma que os novos currículos estão alinhados à Base Nacional Comum Curricular (BNCC).

“Eles nos dão as diretrizes necessárias para repensar o aprendizado dos jovens daqui para frente. A pandemia só escancarou o que já se percebia antes: o aprendizado dos jovens do ensino médio precisa ser mais significativo, mais conectado com a vida real, para que eles percebam mais valor na escola”, afirma o Consed.

O novo formato prevê que os estudantes passem a ter mais aulas de Português e Matemática e se aprofundem em um dos cinco itinerários formativos propostos na lei: Matemática, Linguagens, Ciências da natureza, Ciências humanas e ensino técnico, ao invés de um currículo “enciclopédico”.

Além disso, a carga horária oferecida nas escolas deverá aumentar de 800 para mil horas-aula anual até 2022, somando três mil horas de aulas nos três anos do ensino médio. Do total, 1.200 horas devem ser destinadas à oferta dos chamados “itinerários formativos”.

Agência Educa Mais Brasil

Aposentada maranhense se forma em Gastronomia aos 69 anos

“Quando cheguei na minha turma, velhinha, fui muito bem recebida, me aplaudiram”, conta Conceição Diante de um momento de tristeza, procurar

Novas tendências da tecnologia são grandes aliadas na

As empresas estão cada vez mais atentas ao comportamento do consumidor e experiência com o produto ou serviço A adoção de tecnologia é uma

ITA prorroga prazo de inscrição para vestibular 2021

Prazo inicial encerrou na terça-feira (15), mas devido a pedidos de candidatos, instituição decidiu estender data-limite para 30 de setembro.

Pesquisa mostra que investimento em universidades retorna à

Três grandes universidades paulistas encabeçaram o levantamento O investimento em ensino público de qualidade como forma de beneficiar a

Fies 2020: Portaria define regras para vagas remanescentes

Serão 50 mil beneficiados; inscrições serão feitas pela internet O Fundo de Financiamento Estudantil (Fies) terá nova seleção para vagas

Espermatozoide mais antigo é revelado por paleontólogos: 'gigante'

Dentro da conchinha de um crustáceo cujo fóssil ficou escondido por 100 milhões de anos em um âmbar no território de Mianmar, paleontólogos

MEC publica regras para vagas remanescentes do Fies

Inscrições deverão ser feitas pela internet O Ministério da Educação (MEC) publicou hoje (16), no Diário Oficial da União, as regras para

Enem Seriado vai modificar Saeb e manter Enem tradicional, afirma

Desempenho nas provas será calculado e pontuação final valerá para ingressar na faculdade O Enem Seriado, nova modalidade de avaliação para

Estudantes brasileiros melhoram desempenho em matemática

Resultados não foram tão bons em língua portuguesa Os estudantes brasileiros melhoraram o desempenho em matemática em todas as etapas de

Começam nesta terça (15) as inscrições para bolsas remanescentes

As bolsas ficam disponíveis quando há desistência ou falta de comprovação de algum documento A partir de hoje (15), estudantes interessados em

Nossos Apoiadores: